Glossário Aquecimento e Refrigeração

Explore as condições de calor, aquecimento de água e refrigeração.

Aumente o seu conhecimento de aquecimento e refrigeração

A Mass Save e os seus patrocinadores estão a trabalhar para disponibilizar aos clientes em todo o estado de Massachusetts as informações e as ferramentas necessárias para os ajudar a poupar nos custos de energia e a fazer escolhas energéticas inteligentes. Quer seja um arrendatário, proprietário ou empresa, estamos sempre a procurar formas de o ajudar a ser bem sucedido.

Conduta de ar:Uma passagem flexível ou de metal (retangular, quadrada ou redonda) que move ar de um lado para o outro.

Bomba de calor a ar (ASHP):As bombas de calor a ar não geram calor, simplesmente o movem de um lado para o outro usando um refrigerante. Por esta razão, podem fornecer até três vezes mais aquecimento ou refrigeração a uma casa do que a energia consumida. As bombas de calor a ar podem ser ou sistemas centrais com condutas ou mini-split com controladores de ar nos espaços que estão a climatizar.

Fornecimento e retorno de ar:Os sistemas de aquecimento e refrigeração que movem o ar através de condutas, têm ambos partes do sistema de condutas de fornecimento e retorno de ar. As condutas de fornecimento e retorno estão ligadas ao equipamento de aquecimento/refrigeração, que contém um permutador de calor e uma ventilação. O ar fornecido percorre o permutador de calor e é aquecido ou refrigerado antes de ser distribuído por toda a casa para fornecer um ar temperado. O ar é depois puxado para as condutas de retorno, onde volta para o permutador de calor, e o ciclo recomeça.

Saída de ar:Válvula, quer manual ou mecânica, para remover ar do ponto mais alto de uma bobina ou conjunto de tubos.

Eficiência anual de utilização de combustível (AFUE): O rácio de saída anual de energia ou calor útil em comparação com a entrada de energia anual da fornalha ou da caldeira. Quanto mais alto o AFUE, mais eficiente o equipamento. Quanto maior a eficiência, maior a poupança nas contas de combustível.

Balanceamento:O processo de ajuste do caudal de ar nos sistemas de condutas ou do caudal de água nos sistemas de aquecimento de água quente. O balanceamento adequado é efetuado através de instrumentos precisos para fornecer a quantidade certa de aquecimento ou refrigeração a cada área ou espaço da sua casa.

Rodapé de aquecimento: As caldeiras mais modernas funcionam aquecendo a água que depois circula pela casa através de uma tubagem em cobre que está ligada aos rodapés de aquecimento. Tal como o radiador de um carro, os rodapés de aquecimento contêm muitas “rebarbas” que removem a energia da água quente e a dissipam para a casa. Independentemente do combustível usado para aquecer a água (gás natural, óleo, propano ou outro), estes sistemas são “fechados” o que significa que a água volta para a caldeira depois da sua energia ter sido removida para ser reaquecida e devolvida através do sistema de canalização para os radiadores. (ver “radiadores a vapor” para uma descrição de outros tipos comuns de aquecimento “hidráulico”).

Unidade térmica britânica (BTU):A quantidade de calor requerido para elevar a temperatura de uma libra de água 1 grau de 59 graus para 60 graus. BTUH significa Unidade Térmica Britânica Por Hora. Tal define uma referência temporal às taxas de entrada e saída de BTU.

Caldeiras de condensação:As caldeiras a gás atingem a eficiência através da condensação do vapor da água nos gases de exaustão e recuperando o calor latente que seria normalmente perdido através da chaminé. Ao fazer isto, elas atingem uma eficiência de 90 por cento ou superior. As caldeiras de condensação requerem uma drenagem e materiais que não sejam corroídos pelo condensado ligeiramente ácido.

Coeficiente de desempenho (COP):COP é a medida de desempenho do equipamento de aquecimento e refrigeração elétrico e é usado normalmente para descrever as bombas de calor. É o rácio de saída de energia por unidade de energia de entrada, assim um COP elevado significa um funcionamento mais eficiente. Por exemplo, uma bomba de calor que forneça três kWh de energia por cada kWh de energia consumida teria um COP de três.

Motor eletronicamente comutado (ECM) Uma fornalha ou um motor de ventilação do manipulador de ar podem também: 1) mover o ar mais eficientemente contra sistemas de condutas restritos, 2) oferecer fluxos de ar constantes de baixa potência para um melhor uso da filtragem do ar interior, e 3) fornecer um caudal de ar de duas velocidades ou de velocidade variável para sistemas de aquecimento e refrigeração de várias fases.

Eficiência:A taxa a que um sistema maximiza o uso do combustível. Esta taxa é numericamente descrita como o rácio chamado AFUE para sistemas de aquecimento, EF para sistemas de aquecimento de água, SEER para sistemas de refrigeração e HSPF para sistemas (aquecimento e refrigeração) de bomba de calor.

Rácio de Eficiência Energética (EER): Uma medida de quão eficientemente um sistema de refrigeração funcionará quando a temperatura exterior é de 95 F. É calculado dividindo a taxa de saída da refrigeração a 95 F pelos watts usados pelo sistema AC/HP. Um EER superior significa um sistema mais eficiente. É uma medida instantânea da eficiência elétrica, ao contrário do SEER (Rácio de Eficiência Energética Sazonal) que é um valor médio de eficiência. Este termo é aplicado ao equipamento de ar condicionado.

Fator de Energia (EF):EF é baseado na quantidade de água quente produzida por unidade de combustível consumida num dia normal. Um EF superior significa que o sistema é mais eficiente.

Permutador de Calor:Transfere o calor dos gases de combustão ao sistema de sopro através das condutas. É essencial que os gases de combustão não entrem no fluxo de ar. O permutador de calor principal processa os gases mais quentes.

Em fornos de elevada eficiência, o permutador de calor secundário recupera o calor que de outra forma seria purgado pela chaminé acima com os gases de exaustão. Ao recuperar este calor, a fornalha torna-se mais eficiente. Uma parte do calor recuperado faz com que o calor e o ácido se condensem fora dos gases de exaustão. Como este líquido é corrosivo, os permutadores de calor secundários devem ser concebidos de forma a impedir a deterioração. Normalmente, estes permutadores de calor são feitos de aço inoxidável ou derivados.

Cálculo de perda de calor:Cálculo para determinar perda de calor da casa em BTU. Os fatores incluem a condução através de materiais de construção, perdas de infiltração de ar e a diferença entre as temperaturas atuais ou projetadas exteriores e as temperaturas desejadas dentro de casa. Utilizado para determinar a saída de calor necessária do equipamento de aquecimento. Quando substituir um equipamento AVAC, é importante que o agente considere todas as medidas passadas e futuras de isolamento e de eficiência quando executar o cálculo da carga, antes de escolher um novo equipamento.

Termoacumulador com bomba de calor (HPWH):Tal como as bombas de calor a ar, os termoacumuladores com bomba de calor não geram calor, simplesmente o movem de um lado para o outro, da mesma maneira que o frigorífico o faz. Devido a isto, eles podem ser duas ou três vezes mais eficientes que um termoacumulador com resistência elétrica.

Fator de desempenho sazonal de aquecimento (HSPF):O rácio de saída de calor durante toda a estação de aquecimento e a eletricidade usada (semelhante ao SEER na refrigeração). Um HSPF superior significa que o sistema é mais eficiente. Este termo é aplicado às bombas de calor a ar.

Termoacumulador indireto:A água da caldeira circula através permutador de calor no tanque. Alguns termoacumuladores diretos usam um permutador de calor com placa plana em vez de uma bobina interna. A água quente doméstica é armazenada num reservatório de armazenamento isolado. Como a caldeira não necessita de operar frequentemente, este sistema é mais eficiente do que a bobina sem reservatório. De facto, quando um termoacumulador é utilizado com uma caldeira de elevada eficiência, a combinação pode disponibilizar um dos métodos de aquecimento de água menos dispendioso.

Aquecimento radiante por infravermelhos:Um sistema de aquecimento por infravermelhos a gás emula a transferência de calor do sol ao gerar energia radiante que é convertida em calor quando absorvida por objetos no seu percurso. Assim que os solos, as máquinas, os itens e as pessoas absorvem a energia infravermelha, é então radiada de novo para aquecer o ar envolvente.

Este método de aquecimento, ao contrário de encher um espaço com ar quente (tal como a unidade de ar forçado), permite que a fonte de calor seja suspensa à altura do teto. O aquecimento radiante por infravermelhos é o método mais eficiente e eficaz para aquecimento nas diversas condições presentes nos armazéns, depósitos e mesmo as maiores estruturas imagináveis.

Bomba de calor mini-split (MSHP):Estes sistemas, também chamados de bombas de calor sem conduta ou bombas de calor a ar, têm um condensador exterior ligado a uma ou mais unidades interiores. Estas unidades fornecem aquecimento e refrigeração às casas. Este sistema puxa o ar do exterior através de uma linha refrigerante, para aquecer o espaço no inverno, e faz o inverso no verão puxando o calor da casa para o exterior, para refrigerar o espaço. Por esta razão, podem fornecer até três vezes mais aquecimento ou refrigeração a uma casa do que a energia consumida.

Código Norte-Americano de Gás e Combustível (ANSI Z23.1, NFPA 54):Norma para a instalação de aparelhos a gás, tubagem e ventilação.

Controlos de reset exteriores:Os controlos de reset exteriores reduzem a temperatura na caldeira durante temperaturas exteriores moderadas quando o fornecimento de água a altas temperaturas não é necessário para manter o conforto interior. Isto reduz as perdas em standby e, no caso das caldeiras de condensação, permite que o retorno da temperatura da água seja baixo o suficiente para condensar.

Radiação:O calor move-se em ondas de um ponto central e aquece objetos no seu percurso. O nível de calor sentido é determinado pela proximidade da fonte de calor.

Rácio de eficiência energética sazonal (SEER):Uma medida da eficiência ao longo de uma estação inteira de arrefecimento em oposição a uma única temperatura externa. O SEER é um indicador da quantidade total de refrigeração que o ar condicionado irá fornecer durante toda a estação dividida pelo número total de eletricidade que vai consumir. Um SEER superior significa que o sistema é mais eficiente. Este termo é aplicado aos equipamentos de ar condicionado, incluindo as bombas de calor a ar.

Dimensionamento:O procedimento desenvolvido por um agente de aquecimento para determinar a dimensão de um sistema é essencial para aquecer uma casa eficientemente. Um sistema demasiado pequeno não disponibilizará calor suficiente, enquanto que um sistema demasiado grande aumenta os custos energéticos e pode ter um efeito adverso no conforto. O dimensionamento depende da área da casa, da quantidade de isolamento do teto e das paredes, da área de janelas, do uso de portas e janelas contra tempestades, etc.

Radiadores a vapor:Algumas caldeiras de água quente, normalmente as mais antigas, aquecem a casa fornecendo vapor na vez de água quente. Enquanto que nos sistemas de água quente circula água aquecida através de um sistema fechado de radiadores (normalmente estilo rodapé), os radiadores a vapor permitem que a pressão do vapor seja expelida, baixando assim a temperatura de forma a que o vapor se converta em água e volte para a caldeira para ser reaquecida em vapor.

Termoacumulador sem reservatório:Um termoacumulador sem reservatório (também chamado de termoacumulador on-demand) aquece a água como solicitado em vez de a pré-aquecer e a armazenar. Assim, não tem a perda de eficiência em standby de um termoacumulador com reservatório de água e nunca fica sem água quente. No entanto, o seu fluxo é limitado, para que um termoacumulador sem reservatório não possa ter múltiplos usos em simultâneo.

Therm:Outra medida de calor. Um therm equivale aproximadamente a 100.000 BTUH.

Zoneamento:Um sistema em que as áreas habitacionais estão divididas em espaços separados com o aquecimento/ar condicionado de cada espaço controlado de forma independente. Tal consegue-se através da utilização de múltiplos sistemas independentes ou de um sistema único utilizando controlos eletrónicos e/ou registos motorizados.